O Mês de Maria encerra com esta linda festa em honra à Mãe de Deus!!!

Depois da anunciação do Anjo Gabriel, Maria vai visitar e prestar ajuda a sua prima Isabel que estava grávida de seis meses. Ao chegar, Isabel iluminada pela Graça Divina, participa sua alegria no Mistério da Encarnação, saúda Maria dizendo: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1, 42). Em seguida, Maria entoa o cântico Magnificat.

Revelam-nos as escrituras que Maria permaneceu com sua prima cerca de três meses.

Segundo São Francisco de Sales, Maria humilhou-se diante de Deus, e a humildade só é verdadeira e perfeita quando unida à caridade, ou seja, ao amor ao próximo. Dessa forma a humildade de Maria é confirmada na visitação.

O Cântico de Maria- Magnificat

Minha alma glorifica ao Senhor,
meu espírito exulta em Deus, meu Salvador.

Porque olhou para sua pobre Serva.

Por isto, desde agora,
Me proclamarão bem aventurada todas as gerações.
Porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso
e cujo nome é Santo.

Sua misericórdia se estende de geração em geração
Sobre aqueles que o temem.
Manifestou o poder do seu braço
Desconcertou o coração dos soberbos.

Derrubou os poderosos de seus tronos
E exaltou os humildes.
Saciou de bens os indigentes
E despediu de mãos vazias os ricos.

Acolheu a Israel, seu servo,
Lembrado da sua misericórdia,
Conforme prometera aos nossos pais.

Em favor de Abraão e sua posteridade,
para sempre.” (Lc 1, 46-55)